n PABS: A Batalha de Hoth

segunda-feira, 16 de abril de 2012

A Batalha de Hoth




     A Batalha de Hoth foi um conflito na Guerra Civil Galáctica, entre a Aliança Rebelde e o Império Galáctico em que a Base Rebelde em Hoth foi destruída.






Prelúdio
"Meus homens e eu passamos longas horas verificando as defesas do perímetro. Então hoje de manhã o Capitão Solo destruiu uma Sonda Imperial que tinha sido detectada por nossos sensores de proximidade... Nós sabemos que eles estão vindo- e nós estamos prontos para eles."
―Jobin


     Após o abandono da base em Yavin 4, o Império não sabia a localização da Aliança. Durante uma missão na Cidade Zaloriis para punir os separatistas Zaloran, Vader e Veers descobriram arquivos da livraria que mostravam a localização da nova base em algum lugar perto do Sistema Elrood.


     A tropa pessoal de Darth Vader, o Esquadrão da Morte, chegou ao Sistema de Hoth, após uma Sonda Imperial descobrir algo que poderia ser a nova base Rebelde, localizada no sexto planeta do sistema.



O plano de batalha Imperial.
     Lorde Vader, e muitos de seus oficiais haviam planejado um ataque surpresa com um bombardeio para destruir qualquer nave ou defesas, seguido por um ataque térreo para capturar os sobreviventes. Entretanto, o Almirante Ozzel tinha seu próprio plano de ataque, e saiu do hiperespaço próximo ao sistema estelar. Essa tática permitiu que os sensores Rebeldes detectassem a frota Imperial. O gerador de escudos que protegia a Base Echo foi ativado, o que protegia a base de qualquer bombardeio. Darth Vader executou Ozzel pela sua incompetencia e promoveu Firmus Piett, que era o Capitão do Destróier Executor, a Almirante.

     Ciente da situação, Vader ordenou ao General Maximillian Veers pousar fora do alcance da artilharia Rebelde e começar um ataque térreo para destruir as defesas dos Rebeldes, com o Esquadrão da Morte fazendo uma formação de bloqueio.

     A força de desembarque Imperial, conhecida como a Força Blizzard, consistia de vários batalhões de Stormtroopers (chamados Snowtroopers), AT-ATs e alguns Caminhões A5 HAVw carregados de andadores AT-PTs, AT-STs e AT-ARs, e também com Dróides Sonda que providenciariam apoio de sensores. Essa tropa mecanizada foi disposta por várias Naves de Descida Titan Y-85, e outras enormes naves de ataque.

     A Aliança empregou Snowspeeders T-47, naves leves modificadas para combates no gelo, pilotadas pelo Rogue Squadron. Tropas térreas foram armadas com blasters A295 e vários tipos de armas de artilharia, incluindo baterias laser de anti-infantaria DF.9/B e os canhões laser anti-veículo P-Tower da era das Guerras Clônicas

     Um largo canhão de ion, o defensor de planeta 150-v, providenciaria suporte de fogo para os transportes. Para proteger o interior da base, os soldados Rebeldes empregaram pequenos canhões, cada um armado com um blaster.


A Batalha
     O ataque Imperial era concentrado primeiramente em destruir o gerador de escudos principal dos Rebeldes. Isso iria desligar os escudos envolvendo a base, possibilitando assim o bomberdeio orbital. O General Veers liderou o ataque pessoalmente, comandando um andador AT-AT, e esmagou as defesas Rebeldes.

     Andadores AT-STs se moveram para destruir o canhão de íons do Posto Avançado Beta, para previnir qualquer dano nos Destróiers que lutavam no espaço. Mas os snowspeeders conseguiram destruir os andadores antes deles alcançarem o canhão. A Força Blizzard era atingida por fogo pesado vindo dos Rebeldes, mas a blindagem dos andadores era muito forte para os lasers da Aliança. Somente o Rogue Squadron foi bem-sucedido em destruir alguns andadores, usando uma tática criada por Luke Skywalker e Beryl Chiffonage, utilizando harpões magnéticos e cabos de reboque para amarrar os pés dos andadores. Infelizmente, o sucesso dessa tática foi mínimo, e os AT-ATs destruiram muitos snowspeeders com rajadas mortais de seus canhões laser. Os Rebeldes mergulhavam nas trincheiras, à procura de cobertura.

     Muitos dos Rebeldes nas trincheiras estavam feridos, mortos, ou assustados. Os canhões da Aliança atiravam nos andadores, sem resultado. Muitos Rebeldes morreram atingidos pelos lasers dos andadores Imperiais.

Quando os andadores alcançaram as trincheiras, os soldados da Aliança, com a maioria dos seus canhões laser destruidos, ficaram sob fogo pesado. A ordem de recuar foi acionada.

     Com os outros AT-ATs providenciando cobertura, Veers no Blizzard 1 cruzou as linhas defensivas e conseguiu explodir o gerador de escudos. Depois do movimento de vitória decisivo, o bloqueio em órbita começou o bombardeio no campo de batalha, destruindo canhões e naves remanescentes.


     Lorde Vader pessoalmente liderou soldados da 501ª Legião até a Base Echo, matando qualquer um que ficasse no caminho. Os soldados Rebeldes tentavam impedir o progresso Imperial, mas eram mortos pelo ataque mecanizado. Quando os snowtroopers abriram as portas gélidas da Base Echo e entraram em combate com os defensores da base, os Rebeldes remanescentes foram forçados a fugir. Han Solo conseguiu escapar na Millennium Falcon com a Princesa Léia, após um breve encontro com um grupo avançado de snowtroopers.

     A 501ª se movia pela base, e chegaram até o hangar dos fundos e a área de pouso. Lá, as últimas tropas Rebeldes estavam partindo no último transporte. A elite de shocktroopers liderada por Vader não os deixou partir, mas tiveram várias baixas nas mãos das Baterias Anti-Infantaria DF.9 e dos Lasers de Repetição E-Web. Enquanto a 501ª e os Rebeldes se enfrentavam, um Destróier Estelar descia na atmosfera e começava o bombardeio. Muitos soldados Rebeldes morreram, mas alguns continuaram vivos.

     Um outro Rebelde, Dash Rendar, ficou preso nos hangares da Base Echo. Seu YT-2400, a Outrider, estava no outro lado da base, que estava sem energia. Ele usou o suprimento da base de Wampas presos em sua vantagem, libertando-os contra as tropas Imperiais. Após religar a energia, permitindo que outros Rebeldes escapassem, Rendar descobriu mais problemas; um andador AT-ST estava tentando se infiltrar na base. Dash destruiu o andador e conseguiu escapar na Outrider.

     O Rogue Squadron entrou na atmosfera para defender os transportes de fuga. Com os Bombardeiros TIE movimentando-se, os X-wings atacaram os Imperiais. Os transportes remanecentes escaparam, mas a batalha não tinha acabado.


Fuga no Campo de Asteróides
     A batalha continuou no espaço, no Campo de Asteroides de Hoth. Han Solo, com caças TIE o seguindo, entrou na zona da morte. Muitos dos caças foram destruidos pelos asteróides. Após Solo se refugiar em um enorme asteróide, os Bombardeiros TIE atacaram a superfície com bombas de prótons.

     Outra perseguição ocorria ao mesmo tempo em outra parte do campo de asteróides, onde Dash Rendar também tentava escapar. Enquanto Bombardeiros TIE o distraiam danificando sua nave com bombas de energia, caças TIE atiravam na Outrider. Rendar, com suas habilidades excepcionais, conseguiu distrair os caças por tempo suficiente até a sua nave entrar em uma região segura para fazer o pulo para o hiperespaço.


Consequências
     Aproximadamente trinta Tranportes médios GR-75 Rebeldes tentaram escapar do planeta. Devido a cobertura concedida pelo Defensor de Planeta KDY v-150, os Destróiers Imperiais bloqueando o planeta conseguiram destruir dezesete transportes. A equipe do canhão de íons, consistida de tropas de Alderaan, foram os últimos a escapar, explodindo o canhão para confundir os sensores Imperiais. Mesmo com a maioria dos oficiais importantes conseguindo escapar, a perda de material e de homens foi um desastre para a Aliança Rebelde, e foi terrível para o seu objetivo de restaurar a República.

     O Império também teve perdas com a batalha: um Destróier Estelar foi temporarimente desligado pelo canhão de íons e vários AT-ATs foram destruidos pelos soldados Rebeldes. Mesmo forçando os Rebeldes a fugir, as forças Imperiais não foram capazes de destruir todos os transportes, e Darth Vader falhou no que ele considerava seu objetivo principal: capturar Luke Skywalker.


Rogue Squadron
Esses são os pilotos Rogue que participaram da batalha (piloto/artilheiro):
  • Líder Rogue: Comandante Luke Skywalker/Dak Ralter
  • Rogue 2: Zev Senesca/Kit Valent
  • Rogue 3: Wedge Antilles/Wes Janson
  • Rogue 4: Derek "Hobbie" Klivian/Kesin Ommis
  • Rogue 8: Zev Kabir/Desconhecido
  • Rogue 10: Tarrin Datch/Desconhecido
  • Rogue 11: Tenk Lenso/Desconhecido
  • Rogue 12: Dash Rendar/Artilheiro Robótico
  • Tycho Celchu/Desconhecido
  • Samoc Farr/Desconhecido
  • Nala Hetsime/Desconhecido





0 comentários:

Postar um comentário

Gostou do post? Agora participe do tema!
Deixe o seu comentário!

Mas leve em conta que:

1 - A administração se reserva ao direito de deletar comentários anônimos, ofensivos, em CAIXA-ALTA, spam e assuntos fora do tema.
2 - Nome e email são obrigatórios.
3 - Os autores deste blog não se responsabilizam por opiniões emitidas nos comentários. Essas opiniões não refletem as dos autores do blog.